a medida exata é o amor: eu o desejo à ti.

consigo ver três guias: rosa, verde e branco. e é brando aqui dentro, tão brando e tão sincero que tuas palavras me atravessam e só consigo cultivar o que há de bom.

solto sua mão, agora. como se fosse possível me desvencilhar de todo o turbilhão de sentimentos emanados e recebidos entre nós. foi a medida exata: nem mais nem menos. ninguém deu a mais e nem recebeu de menos. pessoa nenhuma no mundo saberá entender o porquê de tudo isso findar dessa forma. mas busco calma, eu busco alma.

e agradeço aos encontros, aos afagos, à paixão, aos cuidados, aos ensinamentos, às músicas, ao compartilhamento de um tempo que não nos cabe mais.
recebo tudo o que vem de novo e se hoje me sinto forte, muito, muito devo à você.
a medida exata é o amor: eu o desejo à ti.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s