deixo ficar

.

vem devagar, sem atropelos, como água morninha da piscina, como brisa suave ao entardecer, como as espumas do mar que – calmamente – se esparramam na finíssima areia branca, como o esperar à mesa por alguém que prepara o jantar com todos os caprichos e cuidados.é bem de leve, dessa vez é bem de leve e moderado, prestes a findar num estalar de dedos, sabemos todos, mas veio se apossando e está aqui e deixo ficar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s