eu sempre estive de passagem

sentei por apenas dez minutos naquele batente de concreto sob a calçada de ladrilhos hidráulicos. aquela rua me parecia aprazível, me lembrava as tantas calçadas das ruas de recife que nunca decorei o nome, nem precisaria decorar: eu sempre estive de passagem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s