coração na mão: nove de janeiro

12540589_1247547541941684_6218527134766708603_n

Hoje faço trinta e sete anos. Gosto da sensação de envelhecer, amadurecer, ver o tempo passar por mim.
Quem muito me conhece sabe do quanto adoro celebrar esse nove de janeiro, mas dessa vez será diferente.
A ausência física de mamãe e o inconsolo da perda desse meu grande amor, ainda tão impregnado, não me permitem deixar a alegria se achegar.
Coração na mão, saudade doída e o desejo do abraço e dos beijos abusados de mamita.
Aos queridos que nessa data me felicitam, peço – como presente – uma prece, um pensamento, uma oração, uma vibração emanada para que minha leonina preferida, a melhor mãe que eu poderia ter, esteja em paz.
Parabéns, mamãe, por esses trinta e sete anos de sabedorias e amor partilhados comigo.
‘Só o amor conhece o que é verdade.’

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s